I

Vejo ás margens do Rio Descoberto

O Sonho de Anhanguera – O Bandeirante

De encontrar por estas terras

Esmeralda, ouro e diamantes.

II

Epopéia de um pedaço de Goiás

Na mistura dos nossos migrantes

Da memória de um povo é que se faz

A história dos nossos habitantes.

Estribilho

Santo Antônio do Descoberto

Que Goiás entre as cidades tantas

És livre, acolhedora, esplendorosa

Tua riqueza e tua gente a nós, encantas!

III

Os teus vales, campos e montanhas

Revelam uma paisagem divina!

Abençoada és no nome

Cidade como tu não existe igual

IV

Amamos-te ó linda cidade

És orgulho para os filhos teus

Para nós tens idade

És menina dos olhos meus!

V

No coração do meu país

Tu cresces como um gigante

Teus filhos numa só voz

Vão bradando: Avante! Avante!

VI

Santo Antônio do Descoberto

Tens um céu de alegria e paz

O teu povo está completo

Por que és uma estrela de Goiás

 

Lei Nª 496/2002 de 05 de Abril de 2002

Letra: Joana D'Arc Ferreira
Musica: Luciano Gustavo

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s